Resposta PMP I

INFORMAÇÕES DETALHADAS SOBRE AS ATIVIDADES E COMPONENTES ENCONTRADOS NA EAP PODEM SER ENCONTRADOS:em uma Declaração de Escopo
em um Dicionário da EAP
na documentação do Escopo
na documentação do Cronograma

Resposta Correta: em um Dicionário da EAP. A EAP ainda não existe quando a Declaração do Escopo é criada. A Documentação do Escopo não necessariamente inclui os pacotes de trabalho e entregas relacionados ao projeto, muitas vezes restringindo-se às alterações feitas no mesmo. A documentação do Cronograma não apresentaria os atributos relativos a cada entrega, apenas o momento em que elas deveriam ser concluídas. Lembre-se que as respostas para a certificação devem ser escolhidas sempre pensando na melhor resposta possível.

EAP: A Estrutura Analítica do Projeto é uma decomposição das Atividades necessárias para chegar aos objetivos do projeto, normalmente caracterizada como uma hierarquia em árvore orientada a resultados. Cada Atividade é desmontada até seu menor componente, a Entrega. Necessariamente, a entrega é o produto final daquela atividade, seja uma parte do software, um documento, um teste, ou o final de uma etapa do projeto.

Dicionário da EAP: É um documento que detalha todas as entradas dos pacotes de trabalho da EAP, bem como traz os requisitos relacionados aos mesmos, podendo também listar o que não é parte daquele trabalho. O Dicionário apresenta os atributos das entregas e atividades, desde especificações técnicas, anotações, recomendações feitas pelo cliente, medidas, cores, e quaisquer outras informações que forem relevantes para que as mesas sejam concluídas dentro das expectativas dos stakeholders e necessidades do projeto.

De agora em diante, as questões para Certificação PMP serão postadas quinzenalmente para a sua comodidade todo dia 1º e 15 de cada mês.

Treinamento para certificação PMP, no seu SmartPhone!
Prepare-se para a Certificação PMP no seu próprio ritmo!

Sua opinião é importante!

Caros leitores, gostaria de saber o que vocês acham das publicações do blog! Contem suas experiências sobre os assuntos postados, mandem sugestões, pedidos, reclamações! Deixem comentários, ou escreva para:

diegonei@gmail.com

Obrigado pelas visitas!

Por que projetos falham?

Não é terrível quando um projeto vai pelo ralo? A pior parte é que isso, segundo estatísticas, acontece pelo menos 70% das vezes segundo pesquisa do Standish Group. Parece muito, mas se você levar em consideração a Restrição Tripla (Custo-Tempo-Qualidade), um projeto só é um sucesso se conseguir atender aos requerimentos e especificações do escopo, ou seja, respeitar a Restrição Tripla. 

Mas fora isso… quais as razões que levam um projeto ao fracasso? Aqui vai uma lista dos maiores problemas que costumam ser a sentença de morte da maioria dos projetos. A posição dos mesmos é a minha opinião sobre seu impacto no projeto, e a quantidade de Caveiras, o número de ocorrências do mesmo nas minhas pesquisas.

 

  1. Falta de suporte do sponsor
  2. Falta de envolvimento do cliente
  3. Pouca ou ausência de habilidades interpessoais
  4. Gerenciamento de Comunicações falho ou inexistente
  5. Objetivos e metas mal definidas
  6. Escopo do projeto mal definido
  7. Scope Creep
  8. Planejamento falho ou inexistente
  9. Estimativas de tempo/recursos não realistas
  10. Baixa integração do time
  11. Má alocação de recursos materiais e humanos
  12. Gerenciamento de expectativas do cliente
  13. Inexistência ou mal uso de uma metodologia de gerenciamento de projetos
  14. Gerenciamento de Riscos inexistente
  15. Falta ou mal uso de um controle de mudanças
  16. Pouco ou nenhum tempo para testes
Scope Creep: O temido Scope Creep acontece quando o Escopo do projeto não para de ser alterado, tornando-se sempre maior do que originalmente estava previsto, sem que nenhum recurso seja adicionado ou algum tipo de planejamento. 

Esta lista não exaure o assunto, nem engloba todos os motivos possíveis, muito menos as nuances em que cada item pode se desdobrar, mas já serve como um aviso para navegantes de primeira viajem. Vale também lebrar que o Gerente de Projetos é o guardião do projeto que lhe foi confiado e, irrevogavelmente, a culpa sobre a falha do projeto irá sim cair sobre seus ombros. Mas agora já dá para saber com o que se preocupar. Boa sorte para todos nós.

 

Um exemplo real: Estávamos encarregados de conseguir o financiamento para uma ONG, para um centro de treinamento profissionalizante e; para o treinamento de voluntários para o trabalho em projetos sociais. Os seguintes fatores foram decisivos para o desfecho sofrível de ambos os projetos:

  • Scope Creep: Cada reunião com o financiador do projeto terminava com uma alteração no escopo que tornava o projeto ainda maior do que o planejado sem, entretanto, levar em consideração os recursos alocados e o prazo estipulado;
  • Estimativas de tempo/recursos nada realistas: Além de mim, eram mais três voluntários responsáveis por fazer toda as pesquisas necessárias, bem como escrever o projeto e atender às reuniões;
  • Escopo do Projeto mal definido: a ONG não sabia exatamente o que queria e isso resultava em retrabalho a cada reunião;
  • Má alocação de recursos materiais e humanos: Além de serem poucas pessoas responsáveis por toda a parte pesada do projeto, boa parte do time de voluntários não estava devidamente alocada, nem tinham o devido treinamento para executar as atividades que lhes foram confiadas;
  • 0% de Conhecimento das Melhores Práticas de Gerenciamento de Projetos: Eramos boms de elaborar projetos sociais. Mas quando chegou a hora de botar a mão na massa, as coisas saiam dos trilhos com facilidade, devido a falta de conhecimento de práticas de gerenciamento.


Leia também:
Por que Projetos Falham: 20 Dicas para Gerentes de Projetos

Leia mais em:
http://www.projectperfect.com.au/info_it_projects_fail.php
http://www.itweb.co.za/office/ast/0107120730.htm
http://www.coleyconsulting.co.uk/failure.htm
http://www.onlamp.com/pub/a/onlamp/2006/06/20/why-do-projects-fail.html
http://it.toolbox.com/blogs/lpuleo/why-do-projects-fail-960
http://www.pm4girls.elizabeth-harrin.com/?p=185
http://www.jiscinfonet.ac.uk/infokits/project-management/projects-fail
http://itmanagement.earthweb.com/cio/article.php/2201981
http://en.wikipedia.org/wiki/Kitchen_sink_syndrome

Postar no Del.icio.us

Salve no Digg

Salve no Netvibes

Adicione ao Facebook

Tweet isso!

Enviar para o reddit


Anuncie no LinkedIn

Adicione ao Technorati


3º Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos

Abertas as inscrições para o 3º Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos, que acontecerá em Porto Alegre-RS, sobre a gestão do PMI Rio Grande do Sul Chapter. O Congresso acontecerá nos dias 22, 23 e 24 de outubro, no Centro de Eventos da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (CEPUC). Inscreva-se até o dia 30 de setembro e economize! Filiados ao PMI recebem ainda um desconto de R$ 100,00 sobre a taxa de inscrição.

Uma grande oportunidade para troca de experiências, aprendizagem e networking!

Mais informações no site: http://pmirs.org.br/congresso/

Projetos Políticos e Sociais

Projetos Políticos e Sociais - Susana MoitaIniciativa da bacharel em Relações Internacionais e Ciência Política Susana Moita, o site objetiva ser um mediador entre o governo e o Terceiro Setor, trazendo informações sobre licitações, Convênios e Editais para que a captação e bom uso de recursos do Governo pelas ONGs, empresas e outras entidades torne-se mais fácil e efetivo.
Projetos Políticos e Sociais

  • Autora: Susana Moita
  • Endereço: http://www.projetospoliticosesociais.com/
  • Contato: ribeiromoita@gmail.com

The Project Management Podcast™

Cornelius Fichtner, PMPOlá a todos! Neste review, vamos falar sobre o podcast de Cornelius Fichtner, The Project Management Podcast. Eu descobri este podcast por acaso, mas para minha sorte foi uma das melhores coisas que eu já achei na internet sobre Gerenciamento de Projetos. Cornelius Fichtner é um PMP com mais de 16 anos de experiência na área, residindo no estado da Califórnia, EUA. Em seu podcast, ele tenta abordar os mais diversos tópicos, sempre de forma descontraída e falando de forma que tanto iniciantes quanto especialista possa entender. este é um dos pontos fortes de seu show, a fora clara com que ele expressa suas opiniões e passa pepitas de sabedoria (“golden nuggets of wisdom”).

O podcast é bem estruturado, com vinhetas que definem bem o início e fim das sessões. As mais comuns são Notícias (News), O Bom, o Mau e o Feio (The Good, The Bad and The Ugly) onde Cornelius faz reviews e comentários sobre coisas como sites, metodologias, ferramentas, classificando-as de acordo com sua opnião, mas sempre justificando o porque de sua decisão. Temos também a minha favorita: em Dear Diary (Querido Diário) ele comenta sobre os projetos que está gerenciando, como as coisas estão indo (bem ou mal) e como ele percebeu/resolveu/lidou com as situações que aconteceram durante a semana, apesar dela não ser mais tão frequent.. Na Sessão Principal (Main Section) Cornelius aborda temas diversos sobre Gerenciamento de Projetos, desde metodologias até soft skills que um PM precisa desenvolver. Ele também responde a emails durante o programa, levando em consideração as sugestões dos ouvintes. Entrevistas são freqüentes e todas sempre muito instrutivas, de forma que muitas pepitas de sabedoria possam ser passadas para Gerentes Junior, assim como refrescar os especialistas ouvindo o podcast. Em Simon manda… (Simon Says…) Chuck Tomasi, do ChuckChat.com, dá dicas valiosas para nós, Junior PMs, sobre como lidar com algumas situações ou problemas.

Como todos nós adoramos brindes, de tempos em tempos o host sorteia produtos, como livros, licensas de software de gerenciamento, e outras coisas úteis durante o programa, para concorrer, tudo que você precisa fazer é ouvir o podcast e mandar um email se inscrevendo. Não custa tentar… O bom humor de Cornnelius é notório e cada episodio do podcast é encerrado com um comentário satírico sobre gerenciamento de projetos, uma grande sacada.

Outra informação importante sobre este podcast. O PMI reconhece o trabalho de Cornelius Fichtner, e ouvir 60 minutos completos de seu podcast equivale a 1 PDU (Professional Development Units – usadas para manter a certificação PMP). Para os PMPs certificados, com tempo para ouvir podcasts, essa é uma informação que não deveria passar batida.

Os episódios (até a publicação deste review, 103) são gratuitos e podem ser ouvidos direto do site ou baixados em formato MP3 via programas específicos como o iTunes ou Juice. A qualidade do som é impecável, sem ruídos, chiados, estática, choro de criança, cachorro latindo, carros passando, teclados escrevendo ou mouses clickando. Teria Cornelius uma câmara a prova de som ou apenas um apartamento bem localizado? Existe também uma versão exclusiva para membros, o The Project Management Podcast Premium, mas esse, fica para um outro review.

Na escala The Good, The Bad and The Ugly, o The Project Management Podcast de Cornelius Fichtner é Good! Eu recomendo voltar ao primeiro episódio e ouvir até o ultimo.


Info

  • Nome: The Project Management Podcast
  • Conteúdo: Tópicos de Gerenciamento, Entrevista, Notícias, Dicas, Referências
  • Hosts: (1) Cornelius Fichtner
  • Duração: 30-60 minutos
  • Publicação: Quinzenal
  • Língua: Inglês
  • Endereço: http://thepmpodcast.com/
  • RSS Feed: http://thepmpodcast.com/podcast.xml

Score

  • Qualidade Sonora:
  • Diversão:
  • Conteúdo:
  • Você deveria: Assinar e ouvir com atenção.

Papo GP

O blog Papo GP é um espaço para estudandes e profisionais de gerenciamento de projetos trocarem ideias, compartilharem conhecimentos e se desenvolverem neste campo de trabalho maravilhoso que é o gerenciamento de projetos.

Entendemos que não basta apenas o conhecimento teórico, nem a capacidade de aplicação prática das melhores práticas de gerenciamento de projetos para que um gerente de projetos seja bem sucedido. Ele deve ser mais do que apenas um administrador. Ele deve ser um líder. Assim sendo, tentamos abordar também este assunto nos nossos artigos, de forma a oferecer uma visão diferenciada que não se limite apenas à abordagens teóricas clássicas.

Visão

Servir como ponto de referência e veículo difusor das melhores práticas de gerenciamento de projetos para o público Brasileiro, ajudando representantes de todos os níveis a atingir seus objetivos de forma eficiente e estruturada.

Missão

Prover material de qualidade sobre Gerenciamento de Projetos, com ênfase em Liderança e Soft Skills para estudantes, praticantes e profissionais de Gerenciamento de Projetos, auxiliando-os na melhoria de seu desempenho profissional.

Valores

O Papo GP segue os mesmos valores propostos pelo  Código de Ética e Conduta Profissional, elaborado e distribuído pelo PMI – Project Mangagement Institute.

Sobre o autor

Diego Nei, MBA, PMP®
Diego Nei, MBA, PMP®

Soteropolitano de capricórnio, Bacharel em Relações Internacionais,  MBA em Gestão de Projetos, Certificado PMP, com Domínio de MS Project 2007/2010. Inglês Fluente, Espanhol Intermediário. Atuação em projetos de porte pequeno e médio em diversas áreas, principalmente no desenvolvimento de treinamentos, implementação de metodologia e acompanhamento de projetos.  Acho que através do Gerenciamento de Projetos temos uma oportunidade de rever como as coisas são feitas e achar uma forma de atingir objetivos. Quem sabe se tivéssemos mais gerentes de projetos em Brasília a história não fosse diferente?

Sou membro do PMI desde 2008, filiado ao Capítulo Bahia. Além disso, eu me interesso por projetos de desenvolvimento social, Corrente Crítica Lean Six Sigma, modelagem de processos, gestão de programas, tecnologia e desenvolivmento de software.

Ficarei muito feliz em lhe adicionar aos meus contatos no LinkedIn. É só avisar que é leitor do Papo GP!