Project Management Canvas, com José Finocchio Jr

José Finocchio
José Finocchio

Hoje, em nossa série Metodologias de Gerenciamento de Projetos, falando sobre a metodologia Project Management Model Canvas, temos José Finocchio Jr. autor do livro “Project model Canvas: Gerenciamento de Projetos sem Burocracia”, co-Autor de  “Fundamentos de gerenciamento de projetos” adotado como livro-texto na FGV (Fundação Getúlio Vargas), palestrante em vários congressos de Gerenciamento de Projetos do PMI e do Brazilian Oil & GAs.

Como surgiu a ideia do Project Model Canvas?

Eu me inspirei em Diversos autores líderes na área de gestão: EM primeiro lugar devo citar o Dan Roam e em seus livros entre eles desenhando negócios, O David Sibett com sua metodologia de facilitação prática (possui três livros publicados alguns deles em português). O David Rock com “Conceitos de neurociência” (foi de lá que tirei o pitch), o Simon Sinek com “O poder do WHY” e é claro a estética do livro “Business Model Generation” me influenciou na estética do Canvas (Mas há que se ressaltar que um business plan é radical mente diferente de um plano de projeto, em primeiro lugar um modelo de negócio é concebido para durar e o projeto é feito para terminar). E sim o movimento ágil em influenciou também especialmente a Mary Poppendieck. Continue lendo “Project Management Canvas, com José Finocchio Jr”

Stakeholders – O Túnel do Tempo

Assita no DailyMotion: Stakeholders – Túnel do Tempo

No fantástico e improvável cenário de uma instalação secreta do governo norte-americano, dedicada à incrível tarefa de criar uma máquina do tempo, uma cena muito comum na rotina de gerentes de projeto pelo mundo a fora: ter que lidar com os stakeholders. Nos trechos do primeiro episódio da série, você pode ver como o gerente de projetos, o especialista e o patrocinador (representando o cliente) interagem sobre as expectativa do projeto.

E você? Como lidaria com uma situação do tipo? Deixe um comentário! Até a próxima!

Escopo e Requisitos

Na mosca!
Na mosca!

Qual a diferença entre escopo e requisito?

O escopo é aquilo que deve ser feio/entregue/criado. O escopo de um produto é a descrição do que se espera que o produto seja. O escopo do projeto é a descrição do que se espera que o projeto faça (normalmente, que entregue o escopo do produto!). Continue lendo “Escopo e Requisitos”

10 Dicas para Coleta de Requisitos

Na mosca!
Na mosca!

Os requisitos do projeto são uma parte de fundamental importância para a definição não só do escopo, mas também dos objetivos do projeto. Quando os requisitos não são claros, a chance do projeto não ter sucesso ou ter apenas sucesso parcial (por que deixou de atender a necessidade do cliente, por exemplo) é muito maior. Os requisitos são determinados pelas partes interessadas do projeto, todas elas ou as mais importantes e ativas.

Continue lendo “10 Dicas para Coleta de Requisitos”