Diagramas de Rede

Diagramas de Rede

Diagramas de Rede

Um problema comum durante o planejamento de um projeto é determinar, entre outras coisas, como as tarefas a serem executadas interagem umas com as outras e os impactos que essas interações podem ter no cronograma do projeto. O diagrama de rede é uma ferramenta que permite determinar a prioridade das tarefas de um pacote de trabalho, bem como gerar datas precisas para o término das mesmas.

Uma vez que as tarefas são definidas e colocadas em uma ordem, um diagrama de rede deve ser criado. Desta forma, pode-se perceber se as dependências entre as tarefas irão gerar problemas para o projeto, se as estimativas de prazo das tarefas terão impactos no cronograma e que tipos de ajustes devem ser feitos. O diagrama de rede também permite que três coisas muito importantes sejam encontradas: a folga livre entre as tarefas, a folga total e o caminho crítico (mas disso, falamos em outro post).

Você deve estar se perguntando: “Mas não existe software pra isso? Por que você está mandando a gente perder tempo desenhando diagramas de rede?!

Tenho dois motivos. O primeiro é bem simples: CAI NA PROVA. Se você pretende fazer certificação (CaPM ou PMP), é bom estar afiado e desenhando diagramas de rede como um verdadeiro mestre. O segundo motivo é o mais importante. O software pode desenhar o diagrama de rede por você, mas se você não entender a mecânica da ferramenta, não será capaz de identificar problemas e/ou fazer uso de oportunidades como folgas para replanejar seu cronograma.

Vamos a um exemplo: Depois de muita deliberação, o time concorda em quais são as atividades para o pacote de trabalho e como devem ser organizadas. Para este exemplo, vamos estipular a duração de todas as atividades em dias. As atividades são:

  1. Pesquisar o bagulho – 2 dias;
  2. Selecionar os trecos – 1 dia;
  3. Contratar os caras – 2 dias;
  4. Executar os Negócios – 3 dias;
  5. Fazer os Troços – 4 dias;
  6. Operacionalizar os Trem – 1 dia;
  7. Montar o Bagulhete – 3 dias.

Diagrama de Rede - Click para expandir

Diagrama de Rede – Click para expandir

Como podemos observar, apenas  a tarefa “Operacionalizar os Trem” possui folga (slack). O que significa que ela é a única tarefa fora do caminho crítico deste pacote de trabalho. Isso acontece por que as tarefas “E – Executar os Negócios” (que inicia na mesma data e tem uma duração de 3 dias) também é predecessora da tarefa “Montar o Bagulhete”. “Montar o Bagulhete” não pode começar antes de que tanto “D – Operacionalizar os Trem” quanto “E – Executar os Negócios” estejam concluídas. “D – Operacionalizar os Trem”, assim, pode sofrer um atraso de até dois dias sem causar problemas de cronograma, pois a sua tarefa sucessora “Montar o Bagulhete” não pode ser iniciada antes do dia 28 (seu início mais cedo).

Existem alguns conceitos que devemos abordar aqui. Cada atividade num diagrama de rede passa a ter quatro variáveis: Início Mais Cedo; Início Mais Tarde; Término Mais Cedo; e Término Mais Tarde. Os conceitos são bem autoexplicativos. Mais Cedo sendo usados para quando for o mais cedo possível para iniciar/terminar a tarefa e Mais Tarde a data em que a tarefa pode ser terminada sem causar impactos de cronograma. Para atividades no caminho crítico, as datas de Início e Término sempre coincidem, enquanto para tarefas fora do caminho crítico (com folga), os valores Mais Cedo e Mais Tarde podem ser diferentes. Mas vamos falar mais de folga, como calcular as datas e validar o diagrama no próximo artigo.

O Diagrama de Rede é uma ferramenta que muitos tendem a ignorar o valor. Sem um diagrama de rede bem feito, você não sabe o caminho crítico do pacote de trabalho (o software vai lhe mostrar o caminho crítico do projeto como um todo, mas você já tentou olhar todas as atividades no MS Project utilizando a visão Diagrama de rede?), lhe dá informações sobre como as tarefas influenciam umas as outras, pode ser utilizado para implementar outras metodologias – como a Corrente Crítica – e lhe permite um controle mais direto sobre os prazos e atividades do projeto.

E para fechar este post, vou propor algumas perguntas de fixação!

  1. Você saberia dizer quantos caminhos possíveis existem para este pacote de trabalho?
  2. O que aconteceria se a tarefa “D – Operacionalizar os Trem” passasse a ter uma duração de 3 dias?
  3. Quais seriam os impactos para o cronograma do pacote de trabalho se a duração da atividade “B – Contratar os Caras” passasse para 1 dia?
  4. O que aconteceria se a tarefa “H – Auditar os Troços”, com um dia de duração, fosse adicionada entre a tarefa “F – Fazer s Troços” e “Fim”? (Considerar o gráfico sem alterações)
  5. Quais seriam as datas de Início Mais Cedo, Término Mais Cedo, Início Mais Tarde e Término Mais Tarde para a tarefa “H – Auditar os Troços”?

Respondam nos comentários! Coloco a imagem do diagrama respondendo as questões acima quando todas forem respondidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *