Alterações nos preços para renovação do PMI

Notícia boa para tempos de crise!

Notícia boa para tempos de crise!

O PMI está revisando várias de suas políticas esse final de ano e uma das que mais nos interessa (o Programa Piloto de Exceção Econômica) acaba de ser encerrado.

Mas isso não é necessariamente uma coisa ruim. Vejam abaixo o email que o PMI está mandando para seus associados!

Continue lendo

Dumpsheet – Memorizando as fórmulas para o Exame PMP

Dumpsheets - Sua memória fora da memória

Dumpsheets – Sua memória fora da memória

Durante a prova para a certificação PMP, você vai encontrar várias questões que solicitam um resultado específico que só pode ser alcançado através de um cálculo. Enquanto os cálculos são relativamente simples em si, uma das coisas mais comuns é o candidato esquecer a formula. Continue lendo

10 Dicas para Coleta de Requisitos

Na mosca!

Na mosca!

Os requisitos do projeto são uma parte de fundamental importância para a definição não só do escopo, mas também dos objetivos do projeto. Quando os requisitos não são claros, a chance do projeto não ter sucesso ou ter apenas sucesso parcial (porque deixou de atender a necessidade do cliente, por exemplo) é muito maior. Os requisitos são determinados pelas partes interessadas do projeto, todas elas ou as mais importantes e ativas.

Continue lendo

10 Dicas para Gerenciamento de Riscos

Lei de Murphy é um adágio popular da cultura ocidental que afirma: “Se alguma coisa pode dar errado, com certeza dará” ou “Se há mais de uma maneira de se executar uma tarefa ou trabalho, e se uma dessas maneiras resultar em catástrofe ou em consequências indesejáveis, certamente essa será a maneira escolhida por alguém para executá-la”. Ela é comumente citada (ou abreviada) por “Se algo pode dar errado, dará” ou ainda “Se algo pode dar errado, dará errado da pior maneira, no pior momento e de modo a causar o maior estrago possível”.

Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Parece familiar? Se você respondeu que sim, então  este artigo foi feito especialmente para você! Continue lendo

10 Dicas para E-Mails

Email

DING DING!! Email!!!

O ultimo sorteio me deixou de queixo caído… Mais da metade das pessoas que tentaram participar ficaram de fora por não terem lido as instruções. Algumas pessoas ignoraram completamente as regras, enquanto outras pareceram ter lido apenas uma parte do que foi proposto.

Assim sendo, mando aqui algumas dicas para vocês, gerentes de projetos, utilizarem melhor essa ferramenta maravilhosa que nos permite comunicar, informar e documentar todo tipo de coisa a quase qualquer momento. Continue lendo

10 Dicas de Liderança

Soft Skills: Você precisa delas

Soft Skills: Você precisa delas

Liderar é o tipo de atividade que só se aprende com o tempo, com a prática e mais importante de tudo, com os erros. Mas já diz o ditado “O homem inteligente aprende com os próprios erros, o sábio, com os erros dos outros.”

Aqui vão algumas dicas para vocês que precisam diariamente lidar com pessoas, mesmo que não em posição de liderança, afinal, líder nenhum nasceu com seguidores. Continue lendo

10 Dicas para MS Office Project 2007

MS Project 2007

MS Project 2007

O Microsoft Office Project é uma das ferramentas de Gerenciamento de Projetos mais usadas hoje em dia e a versão 2007 traz grandes avanços comparado com a versão anterior (e o MS Project 2010 já está no forno). Neste artigo, vão algumas dicas para facilitar seu dia a dia com esta poderosa ferramenta.

  • Em Ferramentas > Opções, selecione “Mostrar tarefa de resumo do projeto”. Assim você adiciona a “linha 0”, ao seu projeto;
  • Acostume-se a preencher o campo Resumo. Isso facilita que uma visão geral a respeito do projeto possa ser rapidamente acessada. Em conjunto com a dica anterior, já insere o nome do projeto na “linha 0”; Continue lendo

10 Dicas para definir o Escopo do Projeto

Na mosca!

Na mosca!

Definir o Escopo do Projeto é uma etapa de vital importância. Se não for feita da forma correta, o projeto estará fadado ao fracasso, uma vez que é o escopo que determina o que irá (e não irá) ser feito/produzido/entregue ao termino do projeto. Um escopo mal-estruturado levará inevitavelmente a falhas de cronograma e de orçamento, uma vez que os problemas decorrentes da má especificação se farão presentes e a equipe terá que achar caminhos alternativos para a execução do projeto. Por fim, um escopo mal definido resulta em um cliente insatisfeito, uma vez que o mesmo pediu X e recebeu Z, levando a uma insatisfação do executivo, do time do projeto e do gerente. O efeito cascata disso pode ser terrível, como uma caça-às-bruxas para determinar de quem foi a culpa, quando na verdade a culpa foi do escopo mal-definido. Continue lendo